Pela lei, estagiários também podem fazer home office 

A Organização Mundial da Saúde – OMS recomenda o isolamento social como forma de conter a disseminação do COVID-19.
 Felizmente, recursos tecnológicos permitem a manutenção de atividades laborais em casa.
Os participantes do ato educativo escolar também podem ser incluídos nessa política.
A Lei 11.788/08 limita o afazer em 6 horas diárias e 30 horas semanais. Em caso de nível superior, as tarefas precisam ser correlatas com o curso. Assim, o dispositivo legal não veda a prática do estágio remoto.
Portanto, é importante realizar o acompanhamento à distância. Isso deve ser feito pelo supervisor do estágio, por meio de ligações e chamadas de vídeo, bem como a criação de lista de afazeres a serem entregues.
Se você é empresário, implemente o home office também para os estagiários. Dessa maneira, eles poderão se sentir seguros enquanto a crise de saúde pública é controlada.
fonte: artigo de Seme Arone Júnior, presidente da Abres

Compartilhe: