MS: Saúde critica Trad por atuação no combate a Covid-19 em Campo Grande

O aumento do contágio por coronavírus em Campo Grande colocou em caminhos opostos os integrantes do primeiro escalão da gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB) no governo do Estado e o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD).

Há pelo menos 10 dias, os Executivos estadual e municipal divergem na maioria das medidas envolvendo o combate à Covid-19.

Ontem, quando Campo Grande atingiu 7.680 casos da covid-19 com mais 332 confirmações em 24 horas, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, foi enfático.

“Infelizmente estamos em um ano eleitoral, e alguns dos gestores municipais seguem olhando o calendário das eleições. Deveriam estar olhando para o maior patrimônio do Estado, que é a vida dos sul-mato-grossenses”, disse, antes de anunciar o aumento dos casos de Covid-19 no Estado.

Neste mês, Campo Grande se tornou o epicentro da pandemia.

 

fonte: Correio do Estado

Compartilhe: