Lula pede mais indignação e detona governo: “Temos que fazer uma revolução”

O ex-presidente Lula (PT) analisou a questão da fome no Brasil e manifestou revolta contra o governo atual.

Ele disse que a sociedade precisa se indignar mais e até clamou por uma revolução.

E no final afirmou que o governo de Jair Bolsonaro é “miliciano da pior qualidade”.

As declarações de Lula aconteceram em um evento ao vivo organizado pelo MST (Movimento Sem Terra).

Todos participantes lamentaram a volta do Brasil para o mapa da fome, algo decretado pelo IBGE.

Lula destacou que isso não aconteceu por causa da pandemia de covid-19.

“Os dados do IBGE são de 2016 a 2018. A fome já tinha voltado para 10 milhões de brasileiros naquele período. E ela se agravou com a pandemia. O que está faltando para nós é indignação. Pra ver se a gente consegue lutar por coisas que estão na Constituição. Temos que pendurar a Constituição no peito e fazer revolução em defesa da Constituição. Porque aí os bandidos, os terroristas, seriam quem não cumprisse a Constituição”, clamou Lula.

 

fonte:UOL

Compartilhe: