Ministério quer privatizar aeroportos de Campo Grande, Corumbá e Ponta Porã

O Ministério da Infraestrutura publicou no Diário Oficial da União, Edital de Chamamento Público de Estudos nº 6/2020 para selecionar projetos, levantamentos e estudos técnicos que subsidiem a modelagem das concessões para expansão, exploração e manutenção de 16 aeroportos, sendo três de Mato Grosso do Sul: os aeroportos internacionais de Campo Grande, Corumbá e Ponta Porã.

Todos esses aeroportos estão sob administração da Infraero – Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária.

Para efeito de estudos, os aeroportos que o governo quer repassar à iniciativa privada foram divididos em três blocos, sendo dois com cinco praças e um com seis praças.

Os aeroportos de Mato Grosso do Sul estão no terceiro bloco, junto com o Aeroporto de Congonhas e o Aeroporto Campo de Marte, ambos de São Paulo.

O Ministério estima gastar cerca de R$ 10 milhões só com os estudos para definir o modelo de concessão dos aeroportos de Mato Grosso do Sul, sendo R$ 4,301 milhões com o Aeroporto de Campo Grande, R$ 3,012 milhões com o Aeroporto de Corumbá e R$ 3,610 milhões com o Aeroporto de Ponta Porã.

O prazo final para a elaboração e apresentação dos projetos, levantamentos, investigações e estudos técnicos será de 150 dias, contados da data da publicação do termo de autorização.

Foto: Infraero

Compartilhe: