Apesar do Congresso, MPF quer manter poder de delações premiadas

Associações de procuradores federais e membros da PGR  estudam pontos do pacote anticrime  que podem ferir a atuação dos Ministérios Públicos.

Na mira, as mudanças na colaboração premiada, feitas pelo Congresso no texto original de Sérgio Moro e que limitaram os superpoderes das delações.

Procuradores avaliam se é possível contestar as medidas via ações diretas de inconstitucionalidade ou se podem apenas alegar que há trechos em que não fica clara a nova lei para pedir ao STF a definição da interpretação.

 

fonte: O Estado

Compartilhe: