Bolsonaro defende venda direta de álcool da usina aos postos

O  presidente Jair Bolsonaro (PSL) defendeu, durante entrevista ao jornalista Milton Neves, da Rádio Bandeirantes, que os usineiros sejam autorizados a vender o etanol que produzem diretamente aos postos de combustíveis.

Ele disse que a medida deverá reduzir o preço do etanol em pelo menos 20 centavos, na venda ao consumidor.

Bolsonaro mencionou a regra da Agência Nacional do Petróleo (ANP) que obriga o produtor a vender entregar o combustível aos distribuidores, verdadeiros atravessadores no mercado.

“O que a gente quer aqui?”, continuou Bolsonaro na entrevista a Milton Neves, “que o usineiro possa vender o seu produto, o etanol, diretamente ao posto de gasolina”. afirmou o presidente

Mas Bolsonaro reconhece que há “interesseiros no meio do caminho”, sem mencionar o poderoso lobby das distribuidoras de combustível, que não produzem uma só gota de nada, não agregam valor ao produto e ainda representam pelo menos 16% do valor final do combustível.

Os distribuidores pregam o acréscimo de mais um imposto “para engolir os 20 centavos” e com isso neutralizar os efeitos positivos da venda direta.

 

fonte: Claudio Humberto, Diário do Poder

Compartilhe: