Bolsonaro diz que oposição quer sacrificar benefícios dos mais pobres

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi novamente às redes sociais fazer um apelo pela aprovação de um crédito extra para o governo de R$ 248 bilhões.

Na nova manifestação, o presidente denunciou que oposição articula-se para impedir pagamento de benefícios sociais à população mais pobre.

“A oposição está trabalhando para inviabilizar o pagamento de beneficiários do Bolsa Família, idosos com deficiência, Plano Safra e PRONAF. Para alcançar seus objetivos vale até prejudicar os mais pobres”, diz a publicação, que traz a imagem do deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP).

Sem o crédito suplementar, a suspensão do pagamento de benefícios a idosos e pessoas com deficiência seria feita no próximo dia 25, disse Bolsonaro em uma publicação feita no sábado (8).

Recursos para programas como Bolsa Família também faltariam nos próximos meses.

Compartilhe: