Bolsonaro terá assessoria especial para cuidar de imprensa e redes sociais

O ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, informou nesta terça-feira, 4, que o presidente eleito Jair Bolsonaro terá uma assessoria especial de comunicação quando assumir o cargo.

A assessoria especial será um órgão subordinado à Presidência da República e independente da atual Secretaria Especial de Comunicação (Secom).

Entre as atribuições, estará a gestão das redes sociais de Bolsonaro, além de atendimento à imprensa sobre assuntos relacionados diretamente ao presidente eleito.

A atual Secom continuará sob o comando da Secretaria-Geral da Presidência, que será comandada por Gustavo bebianno, mas tratará apenas dos assuntos de governo.

Na semana passada, Bolsonaro disse que o general Floriano Vieira Neto poderia ir para a Secom.

 Onyx Lorenzoni não deixou claro qual será a função de Floriano, mas lembrou que o general já é da equipe de transição e lida com a área de comunicação.

A ideia é que o general possa cuidar dos contratos de publicidade do governo, área que gera preocupação entre a equipe presidencial.

Compartilhe: