Câmara condiciona votação da reforma à entrega de projeto sobre militares

Líderes partidários da Câmara dos Deputados condicionaram, nesta segunda (11), a votação da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) à entrega pelo governo federal da proposta para a aposentadoria dos militares.

A instalação da nova composição da CCJ na Casa está marcada para esta quarta (13), com a eleição do presidente do colegiado e de três vice-presidentes.

A previsão era de que a comissão fosse instalada logo após o carnaval, segundo informado pelo presidente da Casa, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ).

No entanto, parlamentares exigiram que as propostas de reforma da Previdência para civis e militares tramitassem simultaneamente.

 

 

Compartilhe: