Campo Grande: Antiga rodoviária vai abrigar repartições e praça de alimentação

A Prefeitura de Campo Grande já tem definido o plano de ocupação dos 6 mil metros quadrados  da antiga rodoviária, que receberá investimento de R$ 15,6 milhões, em obras de revitalização.

O  prefeito Marquinho Trad assinou convênio com a Caixa Econômica Federal para liberação dos recursos alocados junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional.

“Vencido o desafio de garantir os recursos, vamos trabalhar agora no detalhamento do projeto, lançar a licitação e começar a obra ainda no mês de junho de 2020”, declarou o prefeito Marquinhos Trad.

O projeto em elaboração prevê a integração (por elevador e escada) entre o térreo e o piso superior da estrutura, que será fechada nas laterais que dão acesso para as ruas Barão do Rio Branco e Joaquim Nabuco.

A entrada da população e dos funcionários das repartições será por dentro da área do centro comercial.

São 24 mil metros quadrados, divididos em 240 lojas que pertencem a 90 diferentes proprietários. Esta circulação de pessoas vai gerar um público potencial para os estabelecimentos comerciais, que a partir da revitalização, devem ser reabertos.

Já a outra parte da estrutura, que passará por reforma, os 1.520 metros quadrados da antiga plataforma dos ônibus urbanos, na Rua Vasconcelos Fernandes, será adaptada para  receber pelo menos seis lanchonetes no formato food truck.

O vão livre, onde os ônibus estacionavam, será reformado e adaptado para funcionar como uma praça de alimentação.

Todo o entorno do antigo terminal será recapeado, abrangendo as ruas Barão de Rio Branco, Vasconcelos Fernandes, Joaquim Nabuco e Dom Aquino.

Compartilhe: