Em encontro com Bolsonaro, presidente do Paraguai anuncia segunda ponte na fronteira com MS

No prazo de cinco anos serão construídas duas pontes sobre o rio Paraguai, em Porto Murtinho, consolidando as relações comerciais entre Brasil e Paraguai e tornando Mato Grosso do Sul um dos principais centros econômicos da América Latina.

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez, anunciou a construção da ponte sobre o rio Apa, na fronteira dos dois países, em encontro com o presidente Jair Bolsonaro, em Brasília.

Em reunião com o presidente Bolsonaro, no Palácio do Planalto, o presidente paraguaio sustentou o acordo binacional firmado em dezembro de 2018, em Foz do Iguaçu, de construir a ponte sobre o rio Paraguai entre Porto Murtinho e Carmelo Peralta.

Na oportunidade, anunciou oficialmente a segunda ponte, no Apa, entre Murtinho e Vallemy, no valor de R$ 25 milhões.

O presidente Jair Bolsonaro deixou claro a posição do Brasil sobre o realinhamento do País com seus parceiros na América Latina, sobretudo o Paraguai, e ratificou o acordo binacional firmado em Foz do Iguaçu.

A ponte sobre o rio Paraná será construída pelo Brasil e a obra, já licitada, terá início no prazo de três a cinco meses, ao custo de R$ 280 milhões.

Com a construção da travessia sobre o rio Paraguai, em Porto Murtinho, prevista para conclusão em 2024, o movimento das exportações e importações de Mato Grosso do Sul e outras regiões do Brasil com o Paraguai, Argentina e Chile, pela Rota Bioceânica – que unirá os oceanos Atlântico e Pacífico -, representará um incremento, no primeiro ano, de U$ 50 milhões de dólares (cerca de R$ 200 milhões) na economia no Estado.

fonte: Sílvio de Andrade –  (Subcom)

Fotos: Luis Carlos Campos Sales

Compartilhe: