Gilmar Mendes diz que Lava Jato virou um partido político

Em Portugal, o ministro do STF, Gilmar Mendes  se pronunciou sobre a Operação Lava Jato e o julgamento realizado nesta terça-feira, 23, pelo STJ do caso do triplex do Guarujá, que envolve o ex-presidente Lula.

Gilmar Mendes passou um ‘recado claro às instâncias inferiores para moderarem seus discursos’.

O ministro disse ainda que a Lava Jato se tornou um partido político e, também em referência à Operação, afirmou que houve muitos abusos no judiciário, com a alegação de se buscar a diminuição da criminalidade.

 Disse também que a tentativa da criação da “fundação Lava Jato”, com gerenciamento de grandes montantes financeiros, seria uma “brincadeira que Dallagnol teria para fazer política”.

Para Mendes, a Lava Jato nada mais é do que um grupo de trabalho. “Mas por um vício – esses vícios comuns a nós – virou, na verdade, uma instituição, um partido político. Quase ganharam, vocês viram, uma fundação”, comentou.

Compartilhe: