Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/mspontocom/www/site/wp-content/plugins/seo-wizard/modules/seo-module.php on line 1074
IBGE confirma: MS foi único estado a aumentar área plantada – MSpontocom

IBGE confirma: MS foi único estado a aumentar área plantada

A área ocupada com Agricultura em Mato Grosso do Sul passou de 5.284.089 hectares em 2017 para 5.476.878 no ano passado, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A área agricultável em Mato Grosso do Sul teve  aumento de 3,6% em apenas um ano, o que potencializou a produção tanto de milho quanto de soja na safra passada e na atual, que está em fim de colheita.

Na avaliação do secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Estado do Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), esse fato se deve a uma conjuntura que tem favorecido o agronegócio em Mato Grosso do Sul nos últimos anos.

Programas de governo que incentivam a produtividade e diversificação da produção além de melhorias na logística, com alternativas para escoamento da safra pelos portos de Porto Murtinho e Ladário e os avanços das negociações para concretizar os corredores bioceânicos rodoviário e ferroviário via Chile e Peru.

O PDAgro (Programa de Desenvolvimento da Produção Agropecuária), por exemplo, oferece redução da carga tributária para as culturas de algodão, milho, feijão, arroz, sorgo, trigo e girassol de Mato Grosso do Sul.

Os produtores inscritos podem receber benefícios fiscais de renúncia do ICMS estadual, desde que superem um patamar de produtividade de cada uma dessas culturas. O desconto no imposto incide sobre esse superávit. Há estudos para incentivar outras variedades, como o amendoim e o grão-de-bico.

Super safras

 Mato Grosso do Sul tem colhido volumes expressivos de grãos nos últimos anos.

Foram 9,8 milhões de toneladas de soja, 7,4 milhões de toneladas de milho, 49,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, além de outras culturas com safras menores. Considerando a sequência de 2000 a 2018, “nota-se um processo de especialização da produção no estado”, diz o boletim do IBGE.

Para a safra 2019/2020 está sendo estimada colheita recorde de milho com mais de 11 milhões de toneladas.

Menos pasto

A agricultura tem crescido em Mato Grosso do Sul sem abertura de novas áreas.

O crescimento se dá sobre a área ocupada pela pecuária, que também sofre transformações no modo de produção de maneira que reduz o espaço e mantém o rebanho.

Levantamento da Semagro demonstra isso. Nos últimos 9 anos, a área ocupada com pastagem caiu de 25 milhões de hectares para 18,6 milhões/ha, porém o Estado continua com 20 milhões de cabeças de gado.

Esses 6,4 milhões de hectares que deixaram de ser área de pastagem receberam novas culturas.

fonte: João Prestes –  (Semagro)

FOTO-KELLY-VENTORIM

Compartilhe: