Indústria sucroenergética lidera geração de novos postos de trabalho em MS

Com 19 unidades em operação em Mato Grosso do Sul, a indústria sucroenergética, responsável pela fabricação de etanol e açúcar a partir da cana-de-açúcar, gerou 747 novos postos de trabalho no período de janeiro a abril deste ano.

A informação é do Radar Industrial da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul [Fiems].

De acordo com o levantamento, que traz dados do CAGED , a atividade de fabricação de etanol lidera na geração de empregos entre outras 116 atividades industriais no Estado.

O saldo é de 618 novos postos de trabalho no primeiro quadrimestre do ano.

Já a produção de açúcar foi responsável por mais 129 oportunidades no mesmo período.

Empregos

Ao todo, o setor sucroenergético é responsável por mais de 32 mil empregos diretos [Rais/CAGED/Biosul]. Para cada emprego direto, segundo economistas, são gerados três indiretos, o que soma mais de 96 mil empregos indiretos gerados pelo setor.

Destaque entre as atividades agroindustriais do Estado, oferece a melhor média salarial entre as indústrias com mais de 10 mil empregos gerados.

Compartilhe: