Inscrições abertas: edital do Fundo Brasil doa R$ 800 mil a projetos de defesa de direitos

O  Fundo Brasil vai doar R$ 800 mil a organizações, grupos e coletivos que promovem e defendem direitos humanos em todo o país.

Com o título “Resistência”, o Edital Geral 2020 foi lançado na quinta-feira, 5 de dezembro, e recebe inscrições de projetos até 28 de fevereiro. Cada projeto apoiado poderá receber até R$ 40 mil para executar sua proposta de mobilização e luta popular.

Confira o edital completo.

O Edital Geral 2020 do Fundo Brasil vai apoiar grupos que dispõem de poucos recursos ou têm dificuldade de acesso a outras fontes de financiamento. Propostas que pretendam estimular o trabalho em rede e as que sejam lideradas por jovens terão prioridade.

Em relação aos temas, o edital define como prioridades de apoio: direitos das mulheres, especialmente negras, indígenas e de populações tradicionais; enfrentamento à violência de Estado; valorização e defesa das religiões de matriz africana; direitos de refugiados e fortalecimento institucional.

Não serão aceitos projetos apresentados por organizações governamentais, universidades, organizações internacionais, partidos políticos, empresas e microempreendedores individuais.

As propostas inscritas passam por uma triagem interna feita pela equipe do Fundo Brasil que avalia a adequação de cada projeto ao escopo do edital. Em seguida, um comitê de seleção independente, formado por ativistas de diversas causas dos direitos humanos e de origem diversa pelo país, escolhe os projetos a serem apoiados. A decisão final fica a cargo do Conselho de Administração do Fundo Brasil.

A lista de projetos a serem apoiados será divulgada a partir de 26 de junho de 2020.

Compartilhe: