Mato Grosso do Sul terá maior oferta de serviço de radioterapia do Brasil

Durante a assinatura de ordem de serviço para a construção de um bunker no Hospital Universitário (HU) Maria Aparecida Pedrossian, nesta sexta-feira (14.12), o governador Reinaldo Azambuja destacou que Mato Grosso do Sul, além de se tornar autossuficiente, terá a maior oferta do Brasil de serviço de radioterapia em relação ao número de habitantes.

O bunker da radioterapia funciona como uma caixa com paredes de alta densidade para conter a radiação do acelerador linear usado no tratamento oncológico.

No caso do bunker do HU, a construção terá 210 m². As paredes serão de 1,8 metro de espessura e 4,5 metros de altura. O investimento previsto é de R$ 6,5 milhões.

A obra terá início nesta segunda-feira (17.12) com prazo de sete meses de duração.

De acordo com o superintendente do Hospital, Claudio Silva, a instalação do aparelho terá duração de mais três meses e, depois de tudo isso, passará a contar um prazo de 60 dias de credenciamento. A previsão é de que o novo aparelho comece a operar em janeiro de 2020.

Mato Grosso do Sul já possui cinco aceleradores lineares em operação e conta com mais dois para serem instalados: nos hospitais Universitário e Regional.

Segundo o gerente de projetos do Ministério da Saúde, Ronan Cabral, a construção do bunker no HU faz parte do maior plano de expansão da radioterapia no mundo, que vem sendo implementada no Brasil.

fonte: Paulo Fernandes – (Subcom)

Fotos: Chico Ribeiro

Compartilhe: