Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/mspontocom/www/site/wp-content/plugins/seo-wizard/modules/seo-module.php on line 1074
MP de Minas tenta justificar salário “miserê de R$ 24 mil reais – MSpontocom

MP de Minas tenta justificar salário “miserê de R$ 24 mil reais

Em meio à crise do ‘miserê’, como o procurador de Justiça Leonardo Azeredo dos Santos classificou seu próprio contracheque de R$ 35 mil, ou R$ 24 mil líquidos, a principal entidade dos promotores de Minas alegou que o blá-blá-bla´de sempre:  ‘a política remuneratória do Ministério Público e do Poder Judiciário foi criada pela Emenda Constitucional n. 19/1998’ e que, depois, por meio da Lei n.º 11.143/2005, ‘foi estipulado como teto, o subsídio mensal dos ministros do Supremo Tribunal Federal, o que vem sendo cumprido sem qualquer exceção’.

A nota pública foi divulgada nesta quinta, 12, pela Associação Mineira do Ministério Público.

O ‘miserê’ veio a público no início da semana, quando vazou o áudio do procurador Azeredo, durante reunião de cúpula da instituição.

“Como é que o cara vai viver com 24 mil reais?’, questionou Azeredo ao procurador-geral de Justiça Antônio Sérgio Toné.

Dados do Portal da Transparência mostram que indenizações e remunerações retroativas ou temporárias engordam o contracheque de Azeredo.

Nos primeiros sete meses deste ano ele recebeu um total líquido de R$ 477.927,39, ou cerca de R$ 68 mil livres todo mês.

Compartilhe: