MS lança o Junho Vermelho para incentivar doação de sangue. Veja os locais

No mês de junho as doações de sangue ficam até 80% menores em Mato Grosso do Sul, conforme dados do Hemosul.

A situação não é diferente em outros estados do país, e por causa dos baixos estoques de sangue o período passou a ser reconhecido nacionalmente como o mês de incentivo às doações, intitulado como Junho Vermelho.

 Com o Junho Vermelho, o Hemosul consegue promover doações em massa e tenta manter os estoques em níveis adequados para atender a demanda da população.

Na segunda semana de junho, entre os dias 10 e 12, já está programada a coleta dos militares, com um grande número de doadores.

No dia 13, feriado municipal em Campo Grande, o Hemosul da Capital não funcionará – no interior abrirá normalmente -, e os atendimentos retornarão no dia 14, quando é celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue.

Por meio de parcerias privadas, nesse dia serão oferecidos lanches especiais para os doadores do Hemosul Coordenador, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, mesmo que a doação não possa ter sido efetivada naquele dia.

No Hospital Regional, na Capital, nas unidades de Dourados e Ponta Porã o doador também terá um lanche especial.

Já na terceira semana de junho, a grande doação será feita pelos policiais militares, como fazem todos os anos. A imprensa também tem papel importante neste período de divulgação, multiplicando o alcance e trazendo mais doadores às unidades.

Locais para doação

Os locais para doação de sangue são: Hemosul Coordenador, que fica na Avenida Fernando Correa da Costa n° 1.304; o Hemosul que fica no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS); Hemosul Dourados; Hemosul Ponta Porã; Hemosul Paranaíba e Hemosul Três Lagoas.

fontes: Luciana Brazil, secretaria de Estado de Saúde (SES) e Mayra Franceschi, Hemosul.

Compartilhe: