MS: Projeto paisagístico do Aquário do Pantanal tem prêmio internacional

Com 189 espécies de peixes, estrutura que abriga os animais que serão transferidos para o Aquário do Pantanal, tornou-se laboratório referência, com destaque para os resultados nas pesquisas sobre peixes de água doce e algumas espécies foram recriadas em cativeiro pela primeira vez no mundo.

Instalado no Batalhão de Polícia Militar Ambiental, no Parque das Nações Indígenas, o maior laboratório de peixes pantaneiros do mundo, conta com 150 tanques ativos que abrigam 189 espécies de peixes neotropicais: 135 espécies pantaneiras; 55 da Amazônia; 14 africanas e outras da Oceania, Ásia e América Central.

O  projeto foi premiado no 11º Seminário Internacional da USP – NUTAU, cujo tema foi Águas, projetos e tecnologias para o território sustentável.

Criado por equipe de professores – arquitetos e biólogas da UFMS, o projeto do Aquário se destacou pelo uso de espécies nativas.

 Como trabalho de pesquisa, proposto pela Fundect, o projeto de paisagismo do Aquário do Pantanal precisa ser concluído em sua totalidade para obter os resultados.

 

Theresa Hilca-  Subcom
Foto: Divulgação 

Compartilhe: