MS vai intensificar combate ao feminicídio. Veja telefones úteis

Traçar ações estratégicas para o enfrentamento as mortes violentas de mulheres ocorridas no Estado, é o objetivo do Comitê Estadual de Combate ao Feminicídio.

No Mato Grosso do Sul de acordo com dados da Delegacia Geral da Polícia Civil (DGPC/MS), 13 mulheres foram vítimas de feminicídio neste ano.

De acordo com o vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa, deputado Coronel Davi, é preciso atuar firmemente para coibir os crimes praticados contra a mulher:

“Reuniões como a de hoje são de extrema importância para discutirmos estratégias pontuais para que ações sejam tomadas. O cerco está fechado para esses covardes. Vamos unir forças e acabar com esses criminosos que destroem vidas e famílias”, destacou Coronel David.

Onde procurar ajuda?

Para as mulheres que se encontram numa relação abusiva ou violenta, a orientação é buscar ajuda nos serviços especializados: no interior do Estado, os CAM/CRAM, CRAS e CREAS atendem mulheres em situação de violência e violação de direitos, e boletins de ocorrência podem ser lavrados nas Delegacias de Polícia Civil e nas Delegacias de Atendimento à Mulher.

Telefones Úteis

CEAM: 0800-67-1236

DEAM: (67) 4042-1319

Casa da Mulher Brasileira: (67) 4042-1324

3ª Vara de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher (Casa da Mulher Brasileira): (67) 4042-1327

Promotoria de Justiça de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher  (Casa da Mulher Brasileira):

 (67) 4042-1344

Defensoria Pública da Mulher em Situação de Violência (Casa da Mulher Brasileira): (67) 4042-1328

Em casos de urgência e emergência, ligue 190.

Para denúncias e informações sobre serviços é só ligar para 180 – Central de Atendimento à Mulher (24h, todos os dias, podendo a denúncia ser anônima).

fonte:  Jaqueline Hahn Tente –  (Secid/MS)

Compartilhe: