Novas usinas em MS podem gerar energia para 1 milhão de pessoas

studo elaborado pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) em conjunto com a Aneel mapeou sete pontos na bacia do Rio Pardo onde podem ser construídas Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) com capacidade de geração de energia de 130 megawatts (MW) – o suficiente para atender uma população de um milhão de pessoas.

Inédito no Brasil,  o estudo cria uma nova dinâmica na relação dos setores elétrico e ambiental, já que dá segurança jurídica aos investidores do setor elétrico quanto às emissões de licenças ambientais.

O inventário prevê a instalação de centrais hidrelétricas nos seguintes pontos da bacia do Rio Pardo: Barreiro, São Sebastião, Cachoeira Branca, Botas, Recreio Jusante, Ribas e Cervo. Com as novas usinas, Mato Grosso do Sul pode receber investimentos privados que totalizam R$ 1 bilhão.

Segundo o diretor-presidente da Aneel, André Pepitone, o inventário revela ainda que Mato Grosso do Sul pode praticamente dobrar a geração de energia elétrica se os sete novos empreendimentos forem instalados na bacia do Rio Pardo. “MS tem praticamente 300 MW de potência instalada. Com a oferta de outros 130 MW estamos praticamente aumentando em 50% a capacidade de geração hidráulica do Estado”, diz.

fonte:Bruno Chaves, (Subcom)

 

Compartilhe: