Odebrecht teria pago R$ 630 milhões a políticos na Venezuela

Delações e documentos indicam que a Odebrecht pagou mais de R$ 630 milhões em propina e financiamento ilegal de campanha na Venezuela entre 2006 e 2014.

 Só para a campanha de Nicolás Maduro, foram R$ 110 milhões, em 2013.

Em troca, a construtora teria sido favorecida em contratos públicos, como o metrô de Caracas.

O governo Maduro não se pronunciou.

A Odebrecht diz que colabora com as investigações.

 

fonte: O Estado

Compartilhe: