Oposição vai usar cortes na Educação para atos contra Bolsonaro

Presidentes de alguns dos principais partidos de oposição decidiram, em reunião em Brasília usar os cortes anunciados na área da educação como vetor para mobilizações de rua e uma tentativa de unificação da esquerda.

Ainda nesta quinta-feira, 9, os partidos devem divulgar uma nota com um posicionamento conjunto em relação ao tema.

As legendas vão buscar entidades da sociedade civil e trabalhar junto a suas bases para reforçar a greve nacional dos professores das redes públicas marcada para o dia 15.

Participaram da reunião os presidentes do PT Gleise Hoffmann; PSB, Carlos Siqueira; PCdoB, Luciana Santos, além de partidos menores.

 

 

fonte: Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

Compartilhe: