Pelo foro privilegiado, partidos vão priorizar políticos com mandato

Os cinco partidos que mais receberão recursos do fundo eleitoral neste ano informam que, na distribuição do dinheiro, pretendem priorizar os candidatos atualmente com mandato, o que,  mais uma vez dificultará a renovação no Congresso Nacional.

Neste ano, os partidos contarão com menos recursos para as campanhas eleitorais em comparação com 2014.

Renovação prejudicada

Professor do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB), Ricardo Caldas disse   que sempre houve uma “falsa renovação”. “Deputado estadual se elege deputado federal, deputado federal se candidata a governador, governador tenta se eleger senador, senador volta a ser governador. É só uma dança das cadeiras”, disse.

Para o professor da UnB, quem já tem mandato aparece com mais frequência na mídia e fica mais conhecido entre os eleitores.

fonte: G1

 

 

Compartilhe: