PGR diz que Sérgio Moro aplicou penas “abaixo da média” a Lula

O subprocurador da República José Adonis Callou de Sá apresentou manifestação ao STF apontando que o ex-juiz federal Sérgio Moro  aplicou pena ‘significativamente abaixo da média’ ao ex-presidente Lula em relação às demais condenações da Operação Lava Jato.

A Procuradoria comparou as sentenças em primeira instância da Lava Jato com as duas aplicadas a Lula no mesmo grau: a relativa ao triplex do Guarujá, de Moro, e a do sítio de Atibaia, determinada pela juíza Gabriela Hardt.

“A média das penas aplicadas aos demais réus da Lava Jato, como se observa, foi de 4.526 dias, enquanto Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado pelo ex-Juiz Federal a cumprir uma pena de 3.465 dias”, aponta Sá.

A procuradoria afirma que as ações penais contra o petista ‘demoraram mais que a média’ dos demais réus na Lava Jato e que as ‘manifestações públicas’ de Moro em relação a Lula ‘confirmam a sua imparcialidade’.

A procuradoria afirma ainda que outro fator que ‘demonstra a ausência de perseguição’ de Moro contra Lula seria a ausência de medidas cautelares contra o petista, como ordem de prisão preventiva.

 

fontes: Paulo Roberto Netto/SÃO PAULO e Rafael Moraes Moura/BRASÍLIA, O Estado

ilustração: Poder 360

Compartilhe: