Previdência: Governadores pedem ao Senado participação na reforma

Com a possibilidade de incluir estados e municípios na reforma da Previdência praticamente de fora dos planos dos deputados, os governadores que buscam uma solução para os déficits previdenciários estaduais voltaram os olhos para o Senado.

Enquanto a Câmara debatia a matéria, três governadores passaram pelo Congresso Nacional para conversar com a comissão especial que vai analisar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019 no Senado.

Apresentado pelos governadores do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), do Piauí, Wellington Dias (PT), e do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), diante de números que mostram o desequilíbrio das previdências estaduais, o pedido de reincluir estados e municípios na reforma foi bem recebido pelos senadores que participaram da audiência.

Escolhido para ser o relator da reforma da previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE) também garantiu que, apesar de o tema enfrentar resistência de alguns senadores, a sua posição é favorável à inclusão dos estados e municípios na PEC.

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS) reforçou que os senadores não terão tanta resistência quanto os deputados para tratar do assunto.

“Grande parte dos deputados tem a preocupação de não perder votos na Câmara. Mas no Senado nós não temos esse problema, porque o regimento nos permite aprovar ou não a reforma e acrescer, através de uma PEC paralela ou no texto original, a inclusão de estados e municípios”, afirmou a senadora.

 

Fonte: Congresso em foco

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Compartilhe: