Rota Bioceânica vai transformar MS em “hub” logístico da América do Sul

Mato Grosso do Sul tende a se tornar o grande “hub” logístico da América do Sul com a passagem da Rota Bioceânica por Porto Murtinho.

Um dos projetos que efetiva o corredor rodoviário pelo Estado é a construção da primeira ponte sobre o Rio Paraguai que vai unir o Brasil ao país vizinho pelas cidades de Murtinho e Carmelo Peralta.

A obra será financiada pela Itaipu Binacional Paraguay.

“A partir desse ponto: com a ativação da ponte; a alfândega, a rota bioceânica; a rota hidroviária; e funcionamento de quatro portos em Porto Murtinho, nós teremos um grande hub que vai concentrar toda a logística da América do Sul permitindo competitividade não só para Mato Grosso do Sul, mas também para a região Centro-Oeste do Brasil”, afirmou o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de MS, Jaime Verruck.

O novo corredor rodoviário vai encurtar a distância do Centro-Oeste do Brasil até o mercado asiático, o principal consumidor de commodities do mundo.  

A produção sairá do País para o Chile, passando pelo Paraguai e Argentina. 

fonte: Bruno Chaves,  (Subcom)

Foto: Chico Ribeiro

Compartilhe: