Empresa de Campo Grande está entre os centros de saúde do mundo envolvidos em pesquisas relacionadas à Covid-19

A Unimed Campo Grande passou a integrar o grupo de centros nacionais e internacionais de saúde envolvidos em pesquisas relacionadas ao novo coronavírus.

Por meio do Centro de Estudos, o hospital da cooperativa médica tem atuado em dois importantes projetos:

Terapia Antitrombótica Para Melhoria Das Complicações da Covid-19 (ATTACC) – iniciada em outubro de 2020, a pesquisa é baseada em um estudo multicêntrico, que conta com 46 centros no mundo e 25 centros no Brasil.  Coordenada no Brasil pelo Instituto do Coração (Incor) de São Paulo, é fruto de um estudo acadêmico proposto e patrocinado pela Universidade de Manitoba, no Canadá.

Avaliação do Potencial Benefício dos Inibidores do Sistema Renina–Angiotensina (Covid RASi) – um estudo multicêntrico realizado por vários centros de pesquisa em diversos países do mundo com o objetivo de avaliar o potencial benefício dos inibidores do sistema renina-angiotensina (RASi, IECA/BRA) em pacientes de alto risco com Covid-19.

A pesquisa prevê que aproximadamente 1.155 pessoas participem deste estudo, em centros de pesquisa localizados no Canadá, Estados Unidos, Brasil e México. No Brasil, a pesquisa é coordenada pelo Incor de São Paulo e a Unimed Campo Grande é um dos 11 centros de pesquisa convidados a auxiliar no recrutamento dos pacientes.

Compartilhe: