STF julga anulação das condenações de Lula na Lava Jato

O julgamento, nesta quarta (14), da liminar em que o ministro do STF  Edson Fachin cancelou todas as condenações de Lula gera apreensão nas principais lideranças do PT.

O temor é de que a liminar seja mantida, mas ao mesmo tempo futuros debates sobre a suspeição do juiz Sergio Moro percam o objeto, como defende Fachin.

Nesse caso, Lula manteria seus direitos políticos, mas ficaria em aberto a possibilidade de sofrer novas condenações, em especial no caso do sítio de Atibaia, que o retirem novamente da disputa em 2022, informa a jornalista Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Compartilhe: