Vacina: Pressão por prioridade vai de oficiais de Justiça a funcionários da Caixa

O plenário da Câmara dos Deputados deve analisar, nesta semana quatro destaques  que amplia a lista prioritária de vacinação contra a covid-19 a 16 categorias.

Na última quarta-feira (31), os deputados já tinham aprovado o texto-base da proposta, incluindo no grupo trabalhadores como oficiais de justiça, coveiros, taxistas, garis, entre outros.

Entre os destaques selecionados para votação está uma proposta do PT  para incluir trabalhadores e trabalhadoras domésticas.

Outro destaque do PT inclui todos os motoristas de aplicativo cadastrados antes da vigência da lei.

O PCdoB também apresentou destaque para incluir funcionários da Caixa Econômica Federal na lista de grupos prioritários.

O PT ainda apresentou um destaque que busca incluir os trabalhadores do transporte coletivo urbano, trabalhadores dos Correios e  feirantes.

 

 

Veja os grupos que serão prioritários na vacinação contra a covid-19, caso o PL 1.011/2020 seja aprovado pelo Congresso Nacional:

  • Pessoas com deficiência;
  • Profissionais de saúde e funcionários que trabalham em ambiente hospitalar;
  • Pessoas idosas;
  • Pessoas com doenças crônicas e as que tiveram embolia pulmonar;
  • Povos indígenas;
  • Caminhoneiros e demais motoristas de transporte rodoviário de cargas;
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário e metroviário urbano e interurbano de passageiros;
  • Trabalhadores de transporte aquaviário de cargas e passageiros;
  • Agentes de segurança pública e privada, desde que estejam comprovadamente em atividade externa;
  • Trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social e das entidades e organizações de assistência social, bem como dos conselheiros tutelares que prestam atendimento ao público;
  • Trabalhadores da educação do Ensino Básico em exercício nos ambientes escolares;
  • Coveiros, atendentes e agentes funerários;
  • Taxistas e os mototaxistas;
  • Profissionais que trabalham em farmácias;
  • Profissionais de limpeza pública;
  • Oficiais de Justiça.

Compartilhe: