Butantan omite informações sobre entre espaçamento das duas doses da Coronavac

A vacina da Coronavac distribuída pelo Instituto Butantan está em falta em pelos menos sete capitais do país com um público aproximado de 700 mil pessoas que tomaram a primeira dose, mas não a segunda.

É recomendado o intervalo de 14 a 28 dias entre as aplicações das doses, mas e este tempo já expirou para milhares de brasileiros.

O mspontocom tentou contato com o Instituo Butantan para que possamos esclarecer nossos leitores e a comunidade em geral sobre o assunto, mas não obtivemos resposta.

Foram mantidos contatos pelos telefones abaixo e pelo e-mail que reproduzimos a seguir.

Qual o prazo máximo de dias das aplicações entre duas doses ?

Em caso de atraso extremos a primeira dose perde a validade?

 

Telefones de contato Instituto Butantan:  (11) 2627 9300   –  0800 701 2850

Email abaixo:

MSPONTOCOM mspontocom@gmail.com

09:26 (há 8 horas)

para sac
Olá. Bom dia.
Somos do site mspontocom com sede em Campo Grande (MS)
Nossa capital e Estado são abastecidos sobretudo com a vacina deste instituto.
Temos recebidos muitos questionamentos sobre a segunda dose da vacina coronavac pois estamos atualmente com défitic deste imunizante.
Por gentileza:
Qual o prazo máximo de aplicação entre doses, posto que que a recomendação é entre 14 e 28 dias, e aqui já passamos deste prazo ?
Em caso extremo, existe a possibilidade da primeira dose perder eficácia se a segunda dose demorar para ser asministrada?
Agradeço antecipadamente estas respostas.
É um serviço de utilidade pública e esclarecimento à população.
Resposta automática

SAC Instituto Butantan sac+noreply@butantan.gov.br

10:25 (há 7 horas)

para mim
Prezado(a),

O Serviço de Atendimento ao Consumidor do Instituto Butantan agradece seu contato.

Informamos que seu e-mail foi recebido e assim que possível retornaremos o contato para atendê-lo(a) em sua solicitação.

Compartilhe: