Grupos remanescentes da Lava-Jato são entusiastas da candidatura de Moro

O plano do ex-juiz Sergio Moro de entrar na política novamente ganha fôlego após não se encaixar na consultoria da Alvarez & Marsal.

O ex-ministro do governo Bolsonaro se reuniu com lideranças do Podemos para discutir a sua filiação para concorrer ao Senado pelo Paraná, ou até mesmo à presidência da República.

Os grupos remanescentes da Lava-Jato são entusiastas da sua candidatura, assim como grupos como o Vem pra Rua e Brasil Consciente.

A expectativa é que ele possa tomar o lugar da tão falada terceira via e figurar na polarização entre Lula e Bolsonaro.

Presidente do Podemos, Renata Abreu fez elogios a Moro e disse que o ex-ministro da Justiça foi “convocado” para tentar fazer aquilo que não foi feito na política.

“O Moro contribuiu muito para o país. Teve muita dificuldade de mudar o sistema de fora para dentro e agora, mais do que nunca, está sendo convocado a tentar mudar de dentro para fora, já que quem se propôs a fazer isso de fato não fez. Pode ser uma candidatura a presidente ou ao Senado, o que estiver no coração dele”, afirmou Renata em conversa com O Globo.

Compartilhe: