Fracasso das manifestações provocam memes nas redes sociais

Palco tradicional de manifestações populares em Brasília, a Esplanada dos Ministérios estava vazia nos protestos marcados contra o governo de Jair Bolsonaro.

O mesmo quadro pôde ser constatado em todas as cidades – quinze capitais, segundo os organizadores – onde o ato foi realizado.

O fracasso das manifestações fez proliferar nas redes sociais memes ironizando a ausência de pessoas nas ruas.

Um deles recomendava que o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mendetta poderia aparecer na Avenida Paulista, onde a manifestação respeitava o isolamento.

Em outro meme muito reproduzido um homem registrava que na manifestação em São Paulo não se viam negros “e nem brancos, amarelos, não se via ninguém”.

Viralizaram vídeos de gozação. No Rio De Janeiro, por exemplo, um homem aparece em videoself correndo na Avenida Atlântica, em Copacabana, espaço tradicional dos protestos, e avisa que “tentaria passar” no meio do protesto, mas era gozação: as imagens mostravam algumas poucas dezenas  de pessoas em torno de um carro-de-som.

Outro vídeo dizia que a manifestação tinha sido home-office na avenida Paulista.

Compartilhe: