Texto-base da Reforma Eleitoral permite eventual candidatura de Sérgio Moro

A Câmara dos Deputados vai prosseguir na próxima semana a votação do projeto de lei do novo Código Eleitoral, quando serão analisados os destaques que tentam mudar trechos do texto-base da relatora.

O texto-base foi aprovado pelo plenário por 378 votos a 80, nesta quinta-feira (8).

A decisão favorece uma ala de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e permite a eventual candidatura do ex-juiz e ministro Sérgio Moro.

Moro já declarou que sua decisão deve sair em outubro.

Um dos principais temas polêmicos foi retirado do projeto: a quarentena de 5 anos de desligamento do cargo que seria exigida de juízes, membros do Ministério Público, guardas municipais, militares e policiais para poderem concorrer às eleições a partir de 2026.

Com a aprovação de destaque do PSL, foram retirados da regra os juízes e o Ministério Público.

Compartilhe: