Bolsonaro: “Se pudesse, passava a Petrobras para o Mourão administrar”

O presidente Jair Bolsonaro disse que, “se pudesse”, colocaria o vice-presidente Hamilton Mourão para “administrar a Petrobras”.

O chefe do Executivo reclamou do preço dos combustíveis e da política de preços da estatal, que segue a lei de paridade com o mercado internacional.

“O dólar está diretamente ligado ao preço do combustível por lei. Eu tenho que cumprir a lei. Eu não mando na Petrobras. Eu quero… Se eu pudesse eu passava a Petrobras para o Mourão administrar, ‘olha, se aumentar combustível quem manda é o Mourão’”, disse em conversa com jornalistas no Guarujá.

Bolsonaro afirmou que é sua responsabilidade indicar o presidente da petrolífera, mas que não pode “segurar preços de combustíveis”.

Em fevereiro, ele indicou o general Joaquim Silva e Luna para o comando da petroleira.

“Eu indico o presidente [da Petrobras], mas eu não posso segurar preços de combustíveis. Ou melhor, o presidente não pode segurar. Ele responde civil e criminalmente”, disse.

 

fonte: Poder 360

Compartilhe: