Planalto comemora racha na CPI que evidencia jogo político

Os detalhes do relatório final da CPI da Covid-19 de autoria do senador Renan Calheiros (MDB-AL), geraram um mal-estar entre membros do G7, formado pelos sete senadores  de oposição.

Também causaram repercussão no Palácio do Planalto, que comemorou o racha e viu na reação dos parlamentares do grupo majoritário um indicativo de que Renan “forçou a barra”.

Os próprios membros do G7 estão percebendo a fragilidade do relatório, eles mesmos consideram que crimes imputados não se sustentam.

Eles  estão percebendo que há mais jogo político do que compromisso com a verdade.

Os arroubos do relator não passam nem mesmo, pelo crivo do G7, porque ele coloca como indiciado pessoas que sequer foram ouvidas pela CPI.

Pessoas contra as quais não há evidência ou prova nenhuma”, disse o senador Marcos Rogério (DEM-RO), integrante da tropa de choque governista na comissão.

fonte: Jovem Pan

Compartilhe: