Campo Grande é a única entre as cidades do Centro-Oeste a incentivar descarte correto de lixo eletrônico

A cidade de Campo Grande é a única entre todas as cidades da região Centro-Oeste que possui parceria com a ABREE (Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos) para incentivar o descarte correto de lixo eletrônico na região.

Segundo dados revelados pela Universidade das Nações Unidas, no relatório The Global E-waste Monitor 2020, foram descartadas no ano de 2019 no mundo inteiro 53,6 milhões toneladas de aparelhos eletroeletrônicos e, apesar de tudo poder ser reciclado, apenas 17,4% passou pelo processo de reciclagem para se tornar um novo produto.

No mesmo ano de 2019, aqui no Brasil, foram produzidas mais de 2 milhões de toneladas de lixo eletrônico, sendo a quinta maior quantidade produzida em todo o mundo.

Na América Latina, os brasileiros são os maiores produtores deste tipo de lixo.

“Os eletrônicos que são descartados podem ser tanto reciclados como reutilizados, de acordo com o seu estado de uso. Tanto o mercado de sucata quanto o de revenda de usados gera muito emprego, muita renda e aquece economias locais, sem contar que também tornam mais acessível a aquisição de inúmeros produtos”, ressalta Tatiana Hisa Sato, CEO da Hisa Hanbai Leilões,

Compartilhe: