Campo Grande sanciona lei para incubadoras e fomento a novos empreendimentos

O prefeito Marquinhos Trad sancionou na manhã desta segunda-feira (8) o projeto de lei que institui o Programa Municipal de Incubação de Empresas de Campo Grande.

O decreto também regulamenta o Proincubação.

A partir do próximo ano, a meta será incubar 30 empresas e cooperativas.

O Programa  foi instituído com a finalidade de apoiar as micro e pequenas empresas, oferecendo instalações apropriadas ao desenvolvimento de suas atividades e capacitações de gestão de pessoal, de tecnologia e da inovação, além das áreas mercadológica, financeira, jurídica e de sustentabilidade.

O programa também prevê assessorar as empresas incubadas e seu entorno, para que se tornem empreendimentos capazes de se conectar por meio de redes externas, como o e-commerce, com o intuito de projetar seu produto/serviço ao mercado, e prover o entendimento e o aprendizado sobre investimentos em capitais de risco.

Uma das novidades da nova lei é a possibilidade de cooperativas serem incubadas.

Atualmente, as quatro incubadoras só podem receber empresas individuais.

O Proincubação está sendo criado com a finalidade de estimular e capacitar os empreendedores, com orientação sobre ética e sustentabilidade nas três vertentes: social, econômico-financeira e ambiental.

Deve também apoiar a formação e consolidação de empresas, pelo programa e pelo Programa Campo Grande Empreendedora, por intermédio da Sala do Empreendedor, com atendimento aos incubados e aos Microempreendedores Individuais (MEI), externos à incubadora.

Compartilhe: